15ª Jornada do Centro Internacional de Estudos Peircianos

6th Advanced Seminar on Peirce’s Philosophy and Semiotics

15ª Jornada do Centro Internacional de Estudos Peircianos

Tema: Tempo na Filosofia e Semiótica de C. S. Peirce

Site para mais informações: http://estudospeirceanos.wordpress.com/

Data: 20 e 21 de agosto de 2012

Horário: 8h30 – 18h30

Local: PUC‐SP Unidade Caio Prado ‐ Auditório ‐ Rua Caio Prado, 102. Consolação.

Chamada de Artigos

Prazo para envio do artigo completo: 20 de julho de 2012

Resultado da seleção: 31 de julho de 2012.

Endereço para envio dos trabalhos: jornadapeirceana@gmail.com

Tema

A ordem simbólica característica da espécie humana, da qual a linguagem é inseparável, abriu caminho para a criação de um novo reino na biosfera, o reino noológico da semiosfera, reino dos signos e da cultura. A linguagem humana é responsável pelas produções que respondem não só às necessidades de sobrevivência física (artefatos, objetos utilitários, vestimentas, arquitetura etc.), mas também às necessidades de sobrevivência psíquica. Os rituais, os deuses e os mitos, o canto, a música, os jogos, as primeiras inscrições nas cavernas devem ser tão antigos quanto o próprio ser humano. Ora, essas formas de linguagens e todas as outras que foram se acrescentando a elas no correr dos séculos, estão impregnadas de tempo. De fato, o tempo funciona como um denominador comum, um dos atributos que lhes dá unidade na diversidade. Todas as diferentes facetas da dimensão simbólica humana estão unidas pelo cordão invisível do tempo.

Não é por acaso que, desde os primórdios da filosofia, a questão do tempo vem atraindo as reflexões dos filósofos. Nesse panteão, o pensamento de C. S. Peirce destaca-se pela inseparabilidade com que trata o tempo e a linguagem, ou melhor, o tempo e os signos. Não apenas ele concebe o tempo como sinônimo de semiose, a ação dos signos, como também trata a semiose como coextensiva à noção de pensamento, mente, aprendizagem e continuidade. Portanto, suas discussões sobre o tempo implicam tópicos como acaso, causação, a dinâmica dos interpretantes e, sobretudo, as categorias fenomenológicas que trabalham com as três distintas feições do tempo: a presentidade como está presente, o aqui e agora e o devir.

Tendo em vista a crescente relevância sócio-cultural que a questão da temporalidade vem adquirindo desde a explosão da revolução digital e sua intensificação promovida pela vida online, as contribuições que a filosofia e semiótica peirceanas podem trazer para esse debate foi o tema escolhido para o 6th Advanced Seminar e a 15ª. Jornada de Estudos Peirceanos.

Envio dos artigos:

– Os artigos deverão seguir o formato do modelo de artigos em word disponível em: http://modelo-artigo-ciep.4shared.com

–  Os artigos deverão ser enviados em arquivo .doc, .docx ou .rtf anexados ao email para jornadapeirceana@gmail.com

–  Os arquivos deverão ser nomeados da seguinte forma: SOBRENOMEnomedoautor_15JorCIEP.doc (.docx ou .rtf)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: