A(na)rqueologias das Mídias

Em parceria com a FABICO-UFRGS, o Núcleo de Pesquisa Semiótica Crítica (NPESC) organiza o curso de extensão A(na)rqueologias das Mídias. Coordenado pelo professor Alexandre Rocha da Silva, o curso tem como objetivo introduzir as recentes viradas teóricas da comunicação, como a das materialidades, do realismo especulativo, dos afetos, da semiótica crítica, do arquivo e da arqueologia das mídias.

Ministrado por doutorandos, mestrandos e graduandos com pesquisas na área da comunicação, o seminário promoverá diversos debates pertinentes à literatura, ao audiovisual, à música e a outras manifestações midiáticas.


 

A(na)rqueologias das Mídias: segunda edição

anarqueologiavatar-2016

Serão 13 apresentações de pesquisas que estão em desenvolvimento, nas quais os aparatos midiáticos (cinema, televisão, web, rádio, telefonia, fonografia etc.) são radicalmente reconfigurados a partir de uma observação ensaística, especulativa, problematizando tanto objetos empíricos quanto as recentes teorias das humanidades. Nessa edição contaremos com a participação de Fabrício Silveira e Gustavo Fischer, ambos professores do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Unisinos e os pós-doutorandos Jamer Guterres de Mello (Universidade Anhembi Morumbi – SP) e Marcelo Bergamin Conter (Unisinos – RS).

 

INSCRIÇÕES:

As inscrições devem ser efetuadas pelo endereço abaixo:

http://www1.ufrgs.br/extensao/inscricoes/ins_verifica_acao.php?codacao=32042

 

INVESTIMENTO: R$50,00

CERTIFICAÇÃO: Ao final do curso, será conferido certificado correspondente a 15 horas.

VAGAS: 30


 

PROGRAMAÇÃO:

 

24/10 Segunda­-feira | 19h às 22h (Mesa de abertura) ­

Alexandre Rocha da Silva – Fala de abertura

Fabrício Silveira – Música pop e guerra aérea ­

Marcelo B. Conter – LO­-FI – Arqueologia midiática da produção musical caseira

 

25/10 Terça-­feira | 19h às 22h

André Araujo – Máquinas (de guerra) semióticas: por uma a(na)rqueologia da contra­comunicação

­ Mário Arruda – A(na)rqueologia algorítmica: criação de interfaces relacionais ­

Stefanie Cirne – Feminismos em rede e seus avatares: tempos profundos de um ativismo midiático

 

26/10 – Quarta-­feira | 19h às 22h

Felipe Diniz – Uma a(na)rqueologia do personagem no cinema: do clássico ao qualquer ­

Miguel Soll – Oh Blue come forth: uma análise arqueológica e tecnológica de Blue, de Derek Jarman ­

Suelem Freitas – Pós-pornografia e as Ressignificações do Sexo no Audiovisual

 

27/10 Quinta-­feira | 19h às 22h

Marcio Telles – Vida de Bateria: arqueologia da eletricidade e da ubiquidade digital ­

Cássio Lucas – The Avalanches: pressupostos para uma arqueologia intersemiótica da experiência musical

Guilherme M. – Do ruído das máquinas às máquinas de produzir ruído

 

28/10 Sexta­-feira | 19h às 22h (Mesa de encerramento) ­

Alexandre Rocha da Silva – Fala de encerramento ­

Gustavo Fischer ­- O procedimento da escavação como característica da pesquisa em arqueologia da mídia: aplicações na web ­

Jamer G. Mello – Por uma estética do a(na)rquivo: Big Data e inconsciente digital na arte contemporânea

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s