IMMAA Annual Conference News

A IMMAA (Associação Acadêmica Internacional de Gerenciamento de Mídia) é uma associação global de acadêmicos que pesquisam questões de gerenciamento de mídia com o objetivo de melhorar a prática e a compreensão dos mercados e instituições de mídia para o benefício dos gerentes de mídia e dos estudantes que construirão as mídias do futuro.

Trabalhos com relevância para a pesquisa em gestão, prática e ensino são bem-vindos. Além do foco específico da conferência, propostas de artigos que tratam de questões mais gerais relativas à gestão da mídia e ao ensino de administração de mídia são bem-vindas:

– Criação de Valor e Modelos de Negócios;

– Ruptura e Inovação nos Mercados de Mídia;

– Impacto das últimas tendências e tecnologias;

– Mercados de Mídia Emergentes;

– Empreendedorismo de Mídia e Pequenas Empresas;

– Capital de Risco, Crowdfunding e Financiamento de Mídia;

– Cooperação e Concorrência nos Mercados de Mídia;

– Audiência de Mídia e Métricas de Pesquisa;

– Métodos de Pesquisa de Negócio de Mídia;

– Inovação em abordagens e formatos de ensino.

Submissões de artigos e propostas de painéis serão julgados com base em resumos estendidos que devem ter entre 5 e 7 páginas (de 1.500 a 2.500 palavras) e serem enviados para immaa2018@mw.hdm-stuttgart.de.

Anúncios

I Ciclo de Palestras do GPESC

No dia 23 de abril, na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS, irá ocorrer o I Ciclo de Palestras do GPESC 2018, evento preparatório para a IV Jornada dos Grupos de Pesquisa em Semiótica. Nesta primeira edição do Ciclo, teremos como palestrantes: a Profª Drª Lizete Dias (UFRGS), que fará uma conferência de abertura sobre a pesquisa em semiótica; o Prof. Dr. Felipe de Oliveira, doutor em comunicação pela Unisinos, com pesquisa sobre as semioses da notícia no campo do jornalismo; e fechando a mesa, a Profª Msª Angela Longo, mestra em comunicação pela UFRGS, com pesquisa sobre maquinismo e pós-humanismo na animação japonesa. O Prof. Dr. Gabriel Junqueira Filho coordenará a mesa, que iniciará no Auditório 1 da FABICO às 14h.

As inscrições seguem abertas até o dia 22 de abril pelo endereço: https://www1.ufrgs.br/extensao/inscricoes/ins_verifica_acao.php?codacao=35808

 

I Ciclo de Palestras do GPESC 2018

Auditório 1 da FABICO/UFRGS (Av. Ramiro Barcelos, 2705), das 14h às 17h30

Para informações, entre em contato através do gpsemiotica@gmail.com

II Jornada de Semiótica e Culturas da Comunicação

O Grupo de Pesquisa Semiótica e Culturas da Comunicação – GPESC realiza sua segunda jornada de estudos para discutir as novas configurações da Semiótica em sua relação com a comunicação e suas diferentes interfaces, em 21 e 22 de maio, na Fabico.

Os interessados em apresentar trabalhos serão distribuídos em sessões ao longo dos dois dias, nas quais podem fazer sua inscrição até 22 de abril. Os trabalhos serão apresentados pelos autores e debatidos por todos.

A Jornada está aberta a alunos da pós-graduação e aos graduandos bolsistas do Gpesc. Contudo, a inscrição como ouvinte está disponível a todos.

 As inscrições estão abertas e poderão ser feitas até 22 de abril, no seguinte endereço: https://www1.ufrgs.br/extensao/inscricoes/ins_verifica_acao.php?codacao=35808

Basta efetuar o cadastro, em caso de não possuir vínculo com a UFRGS, e selecionar  a II Jornadas de Semiótica e Culturas da Comunicação como opção de atividade.  Será necessário o envio de resumo expandido de até 2500 caracteres, contendo: título, autores e palavras-chave.

I Aquenda de Comunicação, Gêneros e Sexualidades

O I Aquenda de Comunicação, Gêneros e Sexualidades será realizado nos dias 1, 2 e 3 de Agosto de 2018, na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (FABICO) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em Porto Alegre/RS. O evento tem como objetivo reunir as pesquisas da área para troca de experiências, debates e reflexões sobre as relações de gênero e sexualidade na interface com os estudos em comunicação.

 

Queremos movimentar, queremos aquendar. Aquendar as metodologias, os aportes teóricos, os objetos, a produção de conhecimento e o pensamento comunicacional atravessado, rasurado, sexualizado, generificado, profanado pelos estudos feministas, queer, das sexualidades, de raça e de gênero. O expoente crescimento da preocupação da área da Comunicação com os estudos de gênero, corpos e sexualidades refletiu na produção de artigos, livros, ensaios e, principalmente, em uma elevada produção de dissertações e teses nos mais de 40 programas de pós-graduação em Comunicação do país. Busca-se assim alargar os horizontes sobre como as práticas e os discursos sócio-históricos, sejam eles de ordem midiática ou científica, tiveram e ainda têm responsabilidade sobre a produção e a precarização de nossas vidas corporificadas.

Entretanto, salvo alguns grupos temáticos em eventos locais, regionais ou nacionais, ainda falta espaços para aquendar esses estudos e interesses de pesquisa. Por esse motivo, surgiu o I Aquenda de Comunicação, Gêneros e Sexualidades proposto pelo Aquenda: Núcleo de Estudos em Comunicação, Gêneros e Sexualidades, que reúne pesquisadores e pesquisadoras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS).

Frente ao recrudescimento conservador do cenário sociopolítico atual, no mesmo compasso em que temas como sexualidade, aborto, feminismos, direitos reprodutivos, racismo e cidadania LGBTQ reclamam posições centrais no debate contemporâneo, assumimos nosso direito de aquendar. Isto é, aquendar de perto a Comunicação, para oxigenar espaços de diálogos e desafiar o pensamento comunicacional, fazê-lo dizer a que veio, especialmente quando confrontado por essas múltiplas perspectivas.

As inscrições de resumos expandidos podem ser feitas de 01/03 a 02/05/2018. Confira aqui o cronograma e os valores das inscrições e as normas e modelos para apresentação de trabalhos. Inspire-se com os eixos temáticos e venha aquendar com a gente:

1) Teorias, métodos, objetos e epistemologias do gênero e da comunicação;

2) Gênero, jornalismo e construção da realidade;

3) Gênero, instituições e relações públicas

4) Gênero na produção editorial

5) Gênero, publicidade e produção de conteúdo;

6) Gênero, sexualidade, práticas comunicacionais;

7) Gênero, sexualidade, imagens e audiovisualidades;

8) Mídias e feminismos;

9) Mídias e estudos trans;

10) Mídias e estudos queer;

11) Mídias e estudos das masculinidades;

12) Sexualidade, sociabilidade e subjetividade;

13) Gênero, sexualidade, práticas de consumo e recepção;

14) Gênero, sexualidade e culturas digitais;

15) Mídias, decolonialidades e estudos interseccionais;

16) Mídias, ativismos e cidadanias;

17) Mídias e políticas da representação e da alteridade;

18) Gênero, Sexualidade e relações étnico-raciais

Conheça mais sobre o Aquenda – Núcleo de Estudos em Comunicação, Gêneros e Sexualidades: https://goo.gl/neHD2x

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: