Equipe atual

Pós-doutorandos
Ana Cláudia Figueroa

Doutorandos
André Corrêa da Silva de Araujo
É Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Vinculado ao Grupo de Pesquisa Semiótica e Culturas da Comunicação, atualmente cursa o Mestrado, integrando o PPG em Comunicação e Informação da UFRGS na linha de pesquisa Linguagens e Culturas da Imagem

Bruno Bueno Pinto Leites
Pesquisador na área de Cinema e produtor de audiovisual. Sócio-fundador da Trilhas do Cinema Produções Culturais, sediada na cidade de Pelotas/RS. Doutorando em Comunicação e Informação na UFRGS e Mestre em Ciências da Comunicação pela UNISINOS. Bacharel em Comunicação (UCPel) e Direito (UFPel). Desenvolve pesquisa sobre as figuras da impotência no cinema brasileiro dos anos 2000. Entre 2014 e 2015 realizou período de Doutorado Sanduíche no Institut de recherche sur le cinéma et l`audiovisuel, Sorbonne Nouvelle – Paris 3, com supervisão de Teresa Castro. Em processo de desenvolvimento estão o “Dicionário de Roteiristas do Rio Grande do Sul” (orientador do projeto), contemplado pelo Edital Décio Freitas da Prefeitura de Porto Alegre, e “Sprayssionismo” (produção executiva e roteirização), documentário para a TVE-RS contemplado no Edital Histórias do Sul, da Secretaria de Cultura do RS.

Felipe Diniz
Cineasta, doutorando em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na linha de pesquisa Linguagens e Culturas da Imagem.  Possui graduação em comunicação social- publicidade e propaganda pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2000) e mestrado em Comunicação e Informação pela UFRGS (2012). É diretor e produtor de cinema e sócio da Modus Produtora de Imagens. É pesquisador nas áreas de cinema e audiovisualidades. Dedica-se principalmente à prática e à pesquisa do cinema documentário. Atualmente sua pesquisa de doutorado é intitulada “A Tangibilidade do Silêncio no Cinema: Acontecimento Efeitos de Presença”.

Guilherme Gonçalves da Luz

Mestre em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Graduado em Cinema e Animação pela Universidade Federal de Pelotas. Estudou Bacharelado em Ciências Musicais pela Universidade Federal de Pelotas, curso interrompido em 2011. Atualmente é servidor da Universidade Federal do Rio Grande, ocupando o cargo de Coordenador Técnico da emissora FURGTV. Tem interesse nas áreas de Semiótica, Semiótica crítica, Pós-Estruturalismo, teorias do cinema e Cinema político na América Latina. Possui produção técnica e artística em audiovisualidades em autoria e co-autoria.

Marcio Telles da Silveira

Doutorando em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Comunicação e Informação pela mesma instituição com o trabalho A Recriação dos Tempos Mortos do Futebol pela Televisão: molduras, moldurações e figuras televisivas  agraciado Melhor Dissertação 2014 pelo Prêmio Compós. Integrante do grupo de pesquisa registrado no CNPq GPESC (Grupo de Pesquisa Semiótica e Comunicação). O projeto atualmente em desenvolvimento propõe pensar a significação a partir do sensível em busca de uma epistemologia da comunicação que afirme que é nas relações entre corpos a-significantes que se instaura o ato comunicacional. Atua sobretudo na área de Teoria e Epistemologia da Comunicação, também com experiência nos seguintes temas: semiótica; filosofia e comunicação; comunicação e esporte; jornalismo esportivo; audiovisual; novas mídias; cultura pop

Sinara Sandri


Mestrandos
Caio Ramos
Cássio de Borba Lucas
Mestrando em Comunicação e Informação pela UFRGS. Graduado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela UFRGS. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Teorias da Comunicação. Atua principalmente nos seguintes temas: semiótica, materialidades da comunicação, música, tradução intersemiótica e transcriação.
Luis Felipe Abreu
Mario Arruda

Iniciação Científica
Alessandra Pereira Werlang
Cursa Jornalismo na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e no coletivo integra a equipe da pesquisa Semiótica Crítica: micropolíticas pós-humanas da comunicação.
Gabriel Nonino
Cursa Jornalismo na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e no coletivo integra a equipe da pesquisa Semiótica Crítica: micropolíticas pós-humanas da comunicação.

Estudantes da Graduação
Giuliana Heberle
Jéssica Nakamura
Kailã Isaías

Lennon Macedo

Luiza Müller

Suelem Lopes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: