MESA 3 – AGENCIAMENTOS ANÁRQUICOS AUDIOVISUAIS

Áudios da terceira mesa do curso A(na)rqueologias das mídias, ocorrido em 1º/10/2015

12144802_962794313792565_557702261830370478_n

Bruno Leites: Êxtase e impotência: as imagens-pulsão no cinema brasileiro dos anos 2000 – download

Felipe Diniz: A figura do qualquer no cinema: invenção e desconstrução – download

João Flores da Cunha: As séries de TV contemporâneas e Ingmar Bergman: a minissérie Cenas de um Casamento – download

Perguntas – download

Anúncios

Áudios da Palestra de Michael Goddard – Media (An)archaeology, Ontogenesis and Guerrilla Media

11902514_10154430582893306_2654597509644829762_n

1. Apresentação (por Marcelo B. Conter)

2. Palestra (Michael Goddard, em Inglês)

3. Palestra (traduzida por Marcelo B. Conter)

4. Perguntas (tradução simultânea)

Palestra com Michael Goddard, Universidade de Salford (Inglaterra)

Goddard

Media (An)archaeology, Guerrilla Media and Ontogenesis
Palestra com Michael Goddard, Universidade de Salford (Inglaterra)

A palestra acontece na quinta-feira, 27/8, das 19h às 21h, no Auditório II da Fabico e foi organizada como preparação para o curso de extensão A(na)rqueologias das Mídias. O professor Dr. Michael Goddard pesquisa teoria da mídia e outros tópicos relacionados ao curso.

Inscritos e suplentes do curso de extensão têm vaga garantida. Portanto, convidamos os demais interessados para o evento de amanhã. Para participar é preciso enviar um email com seu nome completo para gpsemiotica@gmail.com, solicitando inscrição.

Haverá tradução consecutiva.

Não haverá emissão de certificados.

Entrevista com o palestrante no G1: http://oglobo.globo.com/sociedade/conte-algo-que-nao-sei/michael-goddard-pesquisador-cada-vez-mais-dificil-encontrar-silencio-17138925

Currículo: http://www.salford.ac.uk/arts-media/arts-media-academics/michael-goddard

A(na)rqueologias das Mídias – Curso de extensão

Em parceria com a FABICO-UFRGS, o Núcleo de Pesquisa Semiótica Crítica (NPESC) organiza o curso de extensão A(na)rqueologias das Mídias. Coordenado pelo professor Alexandre Rocha da Silva, o curso tem como objetivo introduzir as recentes viradas teóricas da comunicação, como a das materialidades, do realismo especulativo, dos afetos, da semiótica crítica, do arquivo e da arqueologia das mídias.

Ministrado por doutorandos, mestrandos e graduandos com pesquisas na área da comunicação, o seminário promoverá diversos debates pertinentes à literatura, ao audiovisual, à música e a outras manifestações midiáticas.

ANARQUEOLOGIAVATAR

INSCRIÇÕES:

Basta enviar e-mail para gpsemiotica@gmail.com com os seguintes dados: nome completo,  RG, CPF e (caso seja aluno da UFRGS) número do cartão.
O evento é gratuito.
Ao final do curso, será conferido certificado correspondente a 15 horas.

LOCAL:

FABICO – Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (UFRGS)
Rua Ramiro Barcelos, 2705 – Campus Saúde – Porto Alegre – RS.

Serão 5 encontros às quintas-feiras, dias 17 e 24/09, 1º, 8 e 15/10, das 19h às 22h.

PROGRAMAÇÃO:

MESA 1 – 17/09 – A(NA)RQUEOLOGIAS TRANSMIDIÁTICAS
Alexandre Rocha: Introdução ao curso
Márcio Telles: A(na)rqueologia de um futuro esquecido
André Araujo: Por uma arqueologia das mídias na literatura: do avant pop ao afterpop
Lennon Macedo: Lumière no cinema contemporâneo

MESA 2 – 24/09 – UMA A(NA)RQUEOLOGIA DO BARULHO
Marcelo B. Conter: A Gatorra de Tony e o devir sucata das caixas pretas musicais
Cássio Lucas: Contra-ambientes ruidosos
Guilherme Maschke: Caco(fonias) dos suportes midiáticos no noise e glitch music

MESA 3 – 1º/10 – AGENCIAMENTOS ANÁRQUICOS AUDIOVISUAIS
Bruno Leites: Êxtase e impotência: as imagens-pulsão no cinema brasileiro dos anos 2000
Felipe Diniz: A figura do qualquer no cinema: invenção e desconstrução
João Flores da Cunha: As séries de TV contemporâneas e Ingmar Bergman: a minissérie Cenas de um Casamento

MESA 4 – 8/10 – A(NA)RQUIVO E RECONFIGURAÇÕES ESTÉTICAS
Jamer G. Mello: Por uma estética da resistência: a(na)rquivo, guerra e circulacionismo
Mario Arruda: Vaporwave: estética digital desviante, pós-dadaísmo e hibridismo de mídias
Demétrio Pereira: Dobras maquínicas em Koyaanisqatsi

MESA 5 – 15/10 – ANARQUEEROLOGIAS
Alexandre Rocha: Encerramento do curso
Stefanie Cirne: O devir feminino em Ghost World
Nicolas Sales: New Queer Cinema: devires minoritários em Paris is Burning
Márcia Veiga: Masculino, o gênero do jornalismo: uma mirada feminista e queer sobre a produção noticiosa

[Imagem: arte de Mario Arruda sobre colagem de Ale Muñoz]

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: